Bala de Prata – Edição Nº 156

0
117

BERTIOGA…

CAIO MATHEUS I…
As redes sociais e a população que possuem imóvel em Bertioga, estão a todo o vapor nas discussões a respeito do aumento do IPTU, que recairá sobre os imóveis da cidade, projeto este enviado pelo executivo ao legislativo do município, aguardando e trabalhando para que haja aprovação, e o aumento seja concedido e a população arque com os valores, por isso quase a totalidade dos proprietários de imóveis estão em polvorosa, com o grande aumento no IPTU que está para acontecer em breve, vale comentar que todos estão crucificando o alcaide Caio Matheus.

CAIO MATHEUS II…
Porém o que todos esquecem ou se fazem de esquecidos, ou querem para si a lei de Gerson, é que, há cerca de quase 20 anos não existe uma correção real no preço dos imóveis, digo isso não por que tenha vontade de pagar IPTU alto, mas por saber que por falta desse recurso, a cidade necessita ficar a mercê de empréstimos para a realização de obras de infra estrutura.

CAIO MATHEUS III…
A visão e preocupação do executivo, que atualmente anda em baixa, em razão do projeto para que aumente o IPTU, é simplesmente louvável, pois em um estudo mais aprofundado, vemos imóveis IPTU na Riviera de São Lourenço com uma defasagem de 1.800%, e na cidade de Bertioga e seus bairros uma defasagem de no mínimo 300%, isto é ua conta muito fácil de se fazer, basta falar se o proprietário gostaria de passar, vender ou ser desapropriado pelo valor que está no IPTU.

CAIO MATHEUS IV…
O que realmente acontece é que nos já fomos acostumados a pagar o mínimo e tentar obter vantagem em tudo, principalmente naquilo em que ninguém reclama, que é o caso, aumentos de 5% ou 8% não refletem o real preço imobiliário, e devemos atualizar o potencial da cidade, um bom exemplo é que chegando em Bertioga há 20 anos atrás, adquiri alguns terrenos por cerca de R$ 20.000,00 (vinte mil reais), atualmente o valor do mesmo terreno é 10 x mais, porém o IPTU foi corrigido desproporcionalmente e pago cerca de R$ 84,00.

 

GUARUJÁ…

PLANO I
Uma grande polêmica está se formando na pérola do atlântico, tudo porque a prefeitura municipal de Guarujá está encaminhando para a Câmara o projeto de lei que altera radicalmente o plano diretor vigente, visando liberar a construção de prédios de 10 a 20 pavimentos na Praia da Enseada e também em outras praias turísticas, como Perequê, Tombo e Guaiuba.

PLANO II
No entanto não foram apresentados laudos e estudos técnicos sobre os impactos destas alterações no Sistema viário no abastecimento de água, tratamento de esgoto além do Impacto Social e Econômico, isso chama-se desorganização e incompetência, pois sem planejamento não se pode colocar uma grande estrutura, em cima de algo que não suporta, porém mesmo assim a administração apoia seus argumentos em que essas alterações trarão desenvolvimento, geração de emprego e aumento de receita.

PLANO III
O que os verdadeiros moradores e os guarujaenses se perguntam é, qual o custo e o impacto aqui na cidade, dessa irresponsabilidade seja lá de quem for, mais todos sabem que o projeto é abençoado pelo alcaide dotô Suman, em querer transformar o Guarujá em mais uma selva de Pedra?, e ainda mais, Tudo, exatamente tudo, igual ao que outras administrações argumentaram quando fizeram alterações nos planos diretores no passado.

PLANO IV
O que mais se escuta nos quatro cantos da cidade é que: hoje pagamos um alto preço e temos que conviver com projetos que prometiam o céu e nos deram o inferno, e não adianta nada nas eleições o candidato SUMENTIROSO, falar que esteve em Curitiba para ver uma cidade boa e desenvolvida, o que eles se esquecem é que ela foi planejada, e não amontoada, seus governantes tiveram compromisso com o povo, com a população.

SAÚDE SEM DINHEIRO I…
Os funcionários das Unidades de Saúde que são administradas por terceirizada, reclamam que está chegando o fim de anos e sequer receberam a primeira parcela do 13°, estipulado em lei, e o mais interessante é que quem deveria brigar e lutar pelo povo, pelos funcionários, não estão nem aí, que é o caso dos vereadores da cidade, o que o povo fala é que não chegou a hora da população ser atendida, ou seja, o povo só são atendidos em época de eleição.

SAÚDE SEM DINHEIRO I…
O que os administradores tem que entender é que, enquanto eles estão com a burra cheia, em seus belos apartamentos e casa defronte ao mar, os pobres trabalhadores, precisam no mínimo levar alimentos para sua humilde residência, mas nem o pagamento do mês ainda receberam (até o fechamento desta edição), mas quanto ao décimo terceiro, a Empresa disse que irá pagar o benefício até o dia 20/12 em uma única parcela. Bo o Natal está aí, tem gente que espera o Papai Noel.

KARATÊ FANTASMA NA RÁDIO DA BAND
A Pérola do Atlântico esta parecendo um cenário de filme de fantasmas, só que pior, fantasmas não roubam fantasmas assombram, mas máquina do Guarujá se assusta com inverdades de investimentos de equipamentos esportivos, para onde foi esse repasse ou será que tomaremos mais um “buuuuuuuu” de escândâ-los. Será que errar é humano? Realmente assustador.

 

ILHABELA…

DISPERSANDO I
Não se nega, em hipótese nenhuma que, Ihabela, vem mudando seu visual, com a troca, reforma ou a colocação de todo seu calçamento e as construções, que avançam com a boa qualidade em benefício aos munícipes, por isso tudo está sendo planejado para que a ilha não sofra com impetuosidade e dissabores futuros.

RUAS/LIXÃO…

Com a chegada do fim de ano, e a segunda parcela do 13°, quem sai perdendo é o visual da cidade, pois muitos munícipes resolvem trocar os móveis, e o primeiro a dançar é o sofá, depois a estande e por último a cama e o guarda roupa. Mas com a troca vem o problema, onde jogar o material velho?, muitos optam em fazer o que as pessoas subdesenvolvidas fazem, “jogam na rua e dizem pra si mesmo, deixa lá a prefeitura pega”. Mal sabe ele, ou se sabe, não estão nem aí, que existe uma responsabilidade dele para com o município e a cidade não é lixeira de sua casa, ninguém é obrigado a conviver com colchões velhos e manchado e todo o material velho que você joga em qualquer local.

E NO BRASIL ANDA ASSIM

NOVA TRAGÉDIA AMBIENTAL NA BAÍA
Milhões de litros de óleo vazaram de um duto da Transpetro na tarde deste último sábado, para a Baía de Guanabara, quase 19 anos depois do acidente da Petrobras. Emanuel Alencar acrescenta, que a ocorrência se deu, provavelmente, por uma tentativa de furto de combustível.

O ÓLEO MATA NA BAÍA
O vazamento no duto da Transpetro começa a ser investigado, mas seus danos já se espalham pela Baía de Guanabara. Emanuel Alencar detalha, no #Colabora, os efeitos da tragédia ambiental em mangues de Caxias e Magé.

A COSA NOSTRA E O PCC
A partir da prisão de um senhor de 84 anos chamado Lelio Paolo Gigante, Leandro Demori descreve, no Intercept, uma história que aproxima a máfia italiana do PCC. Além de mostrar, novamente, o despropósito da guerra às drogas, da forma como acontece hoje.

MACRON CAI DO OLIMPO
Emmanuel Macron, o presidente da França, vive seu pior momento com a revolta dos coletes amarelos, que incendeiam o país. Daniela Fernandes, da BBC, relata que o dirigente teve sua renúncia pedida em pichações por lugares icônicos, como o Arco do Triunfo.

 

E A BOA NOTÍCIA QUE VOCÊ RESPEITA

AS MOÇAS VÃO BATER UM BOLÃO NA TV. Pela primeira vez, a TV Globo vai transmitir os jogos da seleção brasileira na Copa do Mundo de futebol feminino, que será em junho, na França. Renata Mendonça, do Dibradoras, observa que a decisão da emissora tem a ver com o empoderamento das mulheres no Brasil.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui