Carta de solidariedade e crédito aos proprietários do famoso Restaurante Cheiro Verde, em Boiçucanga em São Sebastião SP

0
1242
Conforme se lê em algumas redes sociais, o Restaurante CHEIRO VERDE, em Boiçucanga, na cidade de São Sebastião SP, foi alvo de fiscalização por parte da Vigilância Sanitária, não estamos aqui, para duvidar, e sim questionar o modus operandi, para tal postura.
Esta operação da Vigilância Sanitária, não apenas envolve 2 partes, o proprietário e fiscalização, no meu entendimento, deveria se fazer algo a mais, envolvendo também fornecedores, pois várias vezes pagamos por atitudes desonestas de outros.
O JORNAL A FOLHA DO LITORAL, informa a todos que frequenta o local há vários anos, e o que mais nota ali no ambiente, é o crescimento de clientes, lisura no atendimento e qualidade nos produtos oferecidos pelo RESTAURANTE CHEIRO VERDE, a nossa equipe, deixa claro que a forma de repressão e fiscalização, chega a vias da opressão, pois não dá, ao proprietário um instante para adequação e correção dos itens os quais foram postos em duvidas pela Vigilância, e não fechar, lacrar o estabelecimento.
Existe ainda o respeito as famílias dos funcionários, que dependem que o funcionário eve o sustento para elas, e que de alguma forma são pessoas que estão ali, lutando e cuidando para a melhora do restaurante, ou do local fiscalizado.
Portanto deixamos aqui bem claro o apoio ao proprietário e a credibilidade que damos ao famoso e tradicional Restaurante CHEIRO VERDE, em Boiçuganga SP. pois há décadas esse nome é sinônimo de boa alimentação
JORNAL A FOLHA DO LITORAL

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui