EXPOSIÇÃO DE ORQUÍDEAS REÚNE CERCA DE 3 MIL VISITANTES

0
46
Exposição de Orquídeas reúne cerca de 3 mil visitantes

Organizadores e expositores comemoram o sucesso da 41ª Exposição de Orquídeas de Caraguatatuba. Cerca de três mil pessoas visitaram a exposição nos três dias de feira (11, 12 e 13/10), no saguão da Secretaria de Turismo, Centro.

#PraCegoVer: Saguão da Secretaria de Turismo. Duas bancadas, cobertas com tecido rosa claro, abriga vários vasos com orquídeas de tamanhos e cores variados (branca, amarela, rosa, laranja, etc.). Um casal, uma mulher com criança observam as flores. Um homem tira foto com o celular. (Foto: Luís Gava/PMC)

O evento, que faz parte do calendário anual do município é uma parceria entre a Prefeitura de Caraguatatuba, Associação Orquidófila do Litoral Norte (AOLN) e, este ano, com Coordenadoria das Associações Orquidófilas do Brasil (CAOB), tem o objetivo de difundir o cultivo das orquídeas para preservação da planta.

“Este ano tivemos tempo firme e mais expositores. Melhor do que no ano passado”, avaliou Sônia Tsukumi, coordenadora da exposição e membro da AOLN.

Coordenador da CAOB, José Maria Almeida, disse que a entrada o primeiro ano de colaboração subiu o nível das plantas expostas. “A CAOB é hoje a entidade que reúne maior número de associações de cultivadores no mundo”, ressaltou.

Foram 14 expositores (Caraguatatuba, Ilhabela, São José dos Campos, São Bernardo do Campo, Pindamonhangaba, Americana, Jundiaí, Santo Antônio do Pinhal, Guarujá e as cidades mineiras Caxambu, São Lourenço, Guaxupé, Pouso Alegre, Brazópolis e Varginha), que trouxeram 270 espécies de diversas cores, néctares e aromas. A mais rara, entre elas, foi a Bulbophyllum frostii, mais conhecida como “sapatinhos”, com flores de apenas dois centímetros, de coloração avermelhada, mesclada com tons de amarelo mostarda claro.

A dona de casa, Maria Cláudia Anastácia Garcia foi pela primeira vez conferir a exposição e levou para casa um vaso de orquídea. “Lindo demais. Ano que vem estarei, aqui, novamente”, afirmou.

Já o casal Ana Cristina e Fernando Coutinho são frequentadores assíduos da mostra, saíram com duas orquídeas e uma suculenta. “Ainda bem que viemos a pé. Porque, senão, teríamos saído daqui cheio de vasos”, observou Fernando. A esposa concordou: “Cultivar orquídeas é um prazer e um lazer. Adoro”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui